11 de dez de 2015

MNU - Contra o golpe e pela democracia


M.N.U
Contra o golpe e pela 
Democracia.






COORDENAÇÃO DO MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO - RJ ; MG ; ES ; SC e CE.

RESOLUÇÃO POLÍTICA SOBRE A CONJUNTURA NACIONAL.

CONTRA O GOLPE.
PELA DEMOCRACIA.

CONTRA O EXTERMÍNIO DA JUVENTUDE NEGRA.

PELO APROFUNDAMENTO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCLUSÃO RACIAL.


   A nossa organização foi criada em plena ditadura militar em 1978 e durante estes 36 anos de resistências, combatemos a segregação racial em nosso país.

   O racismo no Brasil é determinado pelos interesses econômicos da oligarquia burguesa brasileira que detém e concentra a maior parte das riquezas produzidas pela classe trabalhadora, onde o povo negro está inserido.

   A classe dominante no Brasil impõem e mantém sua visão de mundo a partir de seus valores eurocêntricos, capitalistas e neocolonialista.

   Nossa posição política caminha, necessariamente, para uma ação imediata de enfrentamento e mobilização contra a possibilidade da direita racista, homofóbica e conservadora assumir o controle do governo do país.

   A vitória desta política significa um profundo retrocesso das principais conquistas sociais e democráticas que obtivemos nos últimos anos de enfrentamento ao neoliberalismo.
   O processo eleitoral no primeiro turno, demonstrou que partidos políticos conservadores e de direita e seus  respectivos líderes foram eleitos em vários estados com uma plataforma política baseada na xenofobia racial e religiosa contra principalmente as religiões de matrizes africanas.

   A candidatura Aécio Neves, representou os interesses do grande capital financeiro especulativo internacional e das grandes multinacionais.

   Hoje os golpistas foram acionados, como em vários momentos, na história.

   Recentemente a Rede Globo fez autocrítica do apoio que deu ao golpe militar e não podemos esquecer a manipulação do último debate entre os então candidatos LULA e COLLOR. 

   Esta mesma mídia se cala frente a denúncia de compra de votos para introduzir a reeleição em nosso país feita pelo governo FHC.

   Se cala frente as denúncias de corrupção no Metro de São Paulo governado pelo PSDB.

   Se cala frente a construção do aeroporto em terras particulares da família Aécio em Minas Gerais  e outras denúncias nos governos tucanos em todo o país.

   Se cala frente ao Extermínio da Juventude Negra.


DEFENDEMOS UMA PROFUNDA LIMPEZA NA POLÍTICA BRASILEIRA CRIMINALIZANDO PRINCIPALMENTE OS CORRUPTORES ENCOBERTOS NOS GRANDES CONGLOMERADOS ECONÔMICOS.


   A concepção elitista de sociedade esta integrada ao poder imperialista concebido pelos banqueiros e empresários que controlam o mercado financeiro e não admitem a construção de uma alternativa internacional que se contraponha ao domínio do FMI como é a proposta do banco dos BRICS.

   Uma alternativa de política que apoia os indígenas e o governo na Bolívia , a resistência cubana, a política libertária de  Mujica no Uruguai, a de  reconciliação colombiana.

   Uma política que priorize a relação com a América latina e o continente africano.

   O retorno de um governo neoliberal, do latifúndio e agronegócio determinará a impossibilidade do prosseguimento da reforma agrária, do fortalecimento  agricultura familiar e do enfrentamento as resistências a titulação das terras quilombolas.

   Repudiamos e lutaremos contra o acirramento e o fortalecimento da repressão policial e o redimensionamento do genocídio da juventude negra através da REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL.

   Lutaremos contra a homofobia, a violência contra a mulheres, a exploração das terras indígenas e da mão de obra escrava, da exploração dos trabalhadores e trabalhadoras através da precarização do mercado de trabalho, da privatização das empresas públicas, da abertura irrestrita da economia ao capital internacional e a repressão a participação popular e democrática que impossibilitará a efetiva conquista de uma reforma política que atenda os interesses dos setores excluídos e marginalizados.


PELA APROVAÇÃO IMEDIATA DO FERIADO NACIONAL EM HOMENAGEM A ZUMBI DOS PALMARES NO DIA 20 DE NOVEMBRO.



PELA PRESENÇA EFETIVA DE NEGROS E NEGRAS NO PRIMEIRO ESCALÃO DO GOVERNO.

PELA APROVAÇÃO DE UM PLANO NACIONAL DE COMBATE A HOMOFOBIA E SUA CRIMINALIZAÇÃO.

PELO APOIO A NÃO CRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO.
PELA EFETIVA TITULAÇÃO DA TERRAS QUILOMBOLAS.

PELO APOIO INCONDICIONAL AS RELIGIÕES DE MATRIZES AFRICANAS.

PELO FIM DO EXTERMÍNIO DA JUVENTUDE NEGRA.

POR REPARAÇÃO HISTÓRICA E HUMANITÁRIA AO POVO NEGRO.


NENHUM PASSO ATRÁS.

REAJA A VIOLÊNCIA RACIAL E POLICIAL.

CONTRA O GOLPE DE CUNHA , AÉCIO E A DIREITA.
EM DEFESA DA DEMOCRACIA.


ASSINAM:
MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO.

RIO DE JANEIRO.

MINAS GERAIS.

ESPÍRITO SANTO.

SANTA CATARINA.

CEARÁ






4 de dez de 2015

Reaja à Violencia Racial e Policial !

Contra o Extermino da População Negra.

         Passeata " REAJA A VIOLENCIA RACIAL E POLICIAL, organizado por diversas entidades do Movimento Negro, com grande presença o MNU - Movimento Negro Unificado, reuniu mais de 1.200 pessoas no Parque Madureira, no Rio de Janeiro na tarde de ontem, (3), em protesto contra o assassinato de cinco jovens por agentes da Policia Militar do Rio de Janeiro, em Costa Barros. 

    Os jovens Roberto de Souza Penha, Carlos Eduardo Silva, ambos de 16 anos, Wesley Castro Rodrigues, de 25, Souza Wilton Esteves Domingos, de 20 e Cleito Correa de Souza, de 18 anos foram fuzilados por policiais quando se dirigiam ao Shopping e ao Parque Madureira comemorar o primeiro salário de Roberto, quando foram confundidos com bandidos.

    Os policias responsáveis pela ação, o Sargento Marcio Darcy Alves dos Santos, o cabo Fabio Pizza Oliveira, e os saldados Thiago Resende Viana Barbosa e Antonio Gonçalves Filhos foram presos por homicídio saldados Thiago Resende Viana Barbosa foram presos por homicídio qualificado e fraude processual. A prisão temporária foi decretada pela Justiça.


Delio Martins - MNU/RJ
GT - Coordenaçã de Comunicação - Nacional



Foto e texto: Gerson Ferreira
As mães que perderam seus filhos assassinados, pelo aparelhamento opressor do estado, dando seus depoimentos, na passeata contra o genocídio do povo negro,em frente ao shopping Madureira.



Foto: Haroldo 


Foto: Haroldo


Foto: Haroldo

Foto: Haroldo

Foto: Haroldo

Foto: Haroldo

Foto: Haroldo


Foto: Haroldo




ELES COMEMORAVAM O PRIMEIRO SALARIO DE UM DOS AMIGOS. O racismo institucional os matou utilizando de forma covarde a Polícia Militar.

Todos jovens negros assassinados pela Policia Militar do Rio de Janeiro.

Tiveram o carro fuzilado exatamente no dia em que COMEMORAVAM O PRIMEIRO SALARIO DE UM DOS AMIGOS.

Ser preto no Brasil  é não passar muitas vezes por simples etapas da vida.

O  nome disso é Genocídio da população Negra.

Carlos Eduardo (16 anos) PRESENTE ✊
Roberto de Souza ( 16 anos) PRESENTE  ✊
Cleiton Corrêa (18 anos) PRESENTE ✊
Wesley Castro  (20 anos) PRESENTE ✊
Wilton Domingos ( 20 anos) PRESENTE ✊

Nossa união e vigilância será sempre a garantia de nossos direitos.

Negras, Negros e Anti-Racistas de Todo Mundo... UNI-VOS!!

#PorDireitoPorJustiça


Edson Axé - MNU/BA
GT - Coordenação de Comunicação - Nacional