16 de jul de 2013

Parte II - Registro da Reunião do dia 06/07/2013 - MNU- Rio de Janeiro/RJ


Segunda Parte


Depoimento de uma Jovem militante sobre as Manifestações.


            Registro de fotos e vídeos da Convocatória do MNU - Movimento Negro Unificado/Rio de Janeiro/RJ  no de 06 de Julho de 2013, sob o tema:

CRISE ATUAL NO BRASIL e o RACISMO: 


Papel do Movimento Negro. 







15 de jul de 2013

Registro da Reunião do dia 06/07/2013 - MNU- Rio de Janeiro/RJ - Parte I


Primeira Parte

    Registro com fotos e vídeos da Convocatória do MNU - Movimento Negro Unificado/Rio de Janeiro/RJ  no de 06 de Julho de 2013, sob o tema:


CRISE ATUAL NO BRASIL e o RACISMO: 

-
Papel do Movimento Negro. 

A mesa contou com a mediação do Coordenador de Finanças do MNU Paulo Cesar (PC), com a relatoria o Coordenador de Formação Gama,  além dos ilustres Militantes Yedo Ferreira e o Elias.




Registro Reunião MNU
Gama, PC, Yedo e Elias.


 
Fala de Yedo Ferreira



Composição da Mesa.








Continua....
























1 de jul de 2013

Haiti, terra de negros revoltosos


Haiti, terra de negros revoltosos.

Por Milton Barbosa


           Haiti, é raiz da única revolução vitoriosa de ex-escravos  no mundo, e derrotou em 1804 o maior exército imperialista da época, o EXÉRCITO DE NAPOLEÃO BONAPARTE.

          As grandes potências industriais, França, EUA, Inglaterra e outras, jamais engoliram esta derrota imperialista de grande significado histórico para todos os oprimidos e em especial aos negros de todo o mundo, e desarticulam todas possibilidades de autonomia e independência do povo haitiano.

         A presença americana quando não é direta através de suas tropas, estimulou ao longo da história ditaduras fantoches como de Jaques  Duvalier, o Papa Doc e em seguida a de Baby Doc, período de ditaduras sangrentas que tinha inclusive como umas das principais bases econômicas a exportação de sangue haitiano para abastecer hospitais americanos nos EUA.

         É uma presença tão nefasta, que não aceita nem governo social democrata, tipo Jean-Bertland Aristide, que sofreu dois golpes de estados militares, sendo a última quando preparava  as comemorações dos 200 anos da revolução vitoriosa dos ex-escravos haitianos.

        Através da Organização das Nações Unidas, enviou-se a MINUSTAH, forças militares composta por vários países do mundo, sob a coordenação das tropas brasileiras, que se encontram no Haiti realizando o trabalho repressivo junto às organizações autóctones (locais) com o argumento de que sem a presença externa os grupos criminosos tomam o território. ESTE É UM ARGUMENTO VERGONHOSO CONTRA A SOBERANIA DO POVO HAITIANO.

       Várias regiões do Brasil são controladas pelo narcotráfico, grupos de roubo de cargas , desvio de madeiras em regiões de proteção do meio-ambiente, e não cogitamos que sejam ocupadas por tropas estrangeiras militares.

      ISTO É RACISMO PURO em relação ao Haiti.
     Através dos meios de comunicação faz-se campanhas midiáticas a fim de convencer a opinião pública mundial, da necessidade da presença das tropas.

    O Haiti, como todos os africanos do mundo é vítima da ação racista, colonialista, imperialista, que tem como raiz o capitalismo surgido na Europa, a partir do século XIII e expandido através de guerras genocidas, para a Ásia, África e Américas.Tendo como principal consequência o Genocídio dos Africanos em África e na Diáspora como: invasão do território africano, matança e sequestro de africanos, mortes na travessia do Atlântico, exploração do trabalho dos africanos na diáspora, inclusive Haiti e Brasil durante o período da escravidão,  racismo pós Abolição da Escravatura, no Haiti e Brasil.
    situação do Haiti é fruto dessa exploração histórica e represália pela realização da Revolução Vitoriosa no Haiti em 1804.

   Toda ação externa deve ter como eixo a REPARAÇÃO HISTÓRICA AOS AFRICANOS NO MUNDO, com ação especial para o Haiti, uma das principais vítimas do Racismo Internacional.

   Nós do Movimento Negro Unificado cobramos ao governo brasileiro e à Organização das Nações Unidas:
. retirada das tropas da MINUSTAH do Haiti e transformação em ajuda humanitária.
. Cancelamento da Dívida Externa Ilegítima .
. Envio de pessoal técnico para agricultura, desenvolver ações na área da educação e  saúde.
. Ajuda Humanitária para reconstrução de curto, médio e longo prazo.
. Envio de água, alimento e semente para plantio.
. Entrega da Apoio Financeiro e de Material diretamente às organizações locais e não ao governo fantoche imposto pelo imperialismo.

Saudações aos irmãos e irmãs haitianos.
Vencerão mais uma vez, e quantas forem necessárias.

FORA FORÇAS IMPERIALISTAS DO HAITI, ÚNICA REVOLUÇÃO ESCRAVA VITORIOSA NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE.

GRANDE ABRAÇO.


                           MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO - BRASIL

Convocatória - MNU Rio de Janeiro/RJ